Literatura, Poesia

Caderno de notas

Um rascunho, esboço inacabado
pensamento sem nexo, sinapse
interrompida em meu caderno
de notas: lembretes.

Um fio de linha, barbante no dedo
(re)memória de um tempo (in)finito.

O lápis sem ponta, na tela escreve
o presente aqui, agora e porvir. Que
o futuro, bem diz o poeta, é um mero
presente ainda por acontecer.

Anúncios

1 thought on “Caderno de notas”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s