Resenha: Cães

(Foto: Andreia Santana/Blog Mar de Histórias) Um livro sobre as muitas tristezas da infância, a melancolia da adolescência e a solidão dos cães domésticos, que é, muitas vezes, um espelho e extensão do desamparo dos seus donos. A liberdade negligente dos animais de rua e o peso da matilha que enlaça e acolhe, mas anula … Continuar a ler Resenha: Cães

Resenha: O pássaro de fogo

A edição da Leya tem capa dura e ilustrações belíssimas(Foto: Andreia Santana/Blog Mar de Histórias) O pássaro de fogo é um afago na alma. Os contos de fadas russos são cheios de heroísmo e de um humor bem menos sombrio do que aquele dos contos alemães recolhidos pelos Irmãos Grimm ou das histórias britânicas reunidas … Continuar a ler Resenha: O pássaro de fogo

Resenha: A capital

A capital é considerado o romance mais autobiográfico de Eça de Queiróz, com um protagonista que assume papel de alterego do escritor. É uma obra menos badalada do autor português. Começou a ser escrita em 1877, mas só foi publicada em 1925, mais de 20 anos depois de sua morte, com a supervisão de um … Continuar a ler Resenha: A capital

Resenha: Vasto mar de sargaços

Vasto mar de sargaços conta a história da 'louca do sótão', a infeliz primeira mulher do abusivo senhor Rochester. Os acontecimentos são anteriores aos narrados em Jane Eire e dão outra perspectiva para a história de Charlotte, uma inclusive que os leitores do século XXI entendem muito melhor do que aqueles dos tempos das irmãs … Continuar a ler Resenha: Vasto mar de sargaços

Resenha: Falsos Segredos

Alice Munro fará 90 anos em 2021 (Foto: Divulgação/Biblioteca Azul) Alice Munro escreve como quem acolhe uma amiga com uma xícara de café quente. Falsos Segredos, uma das coletâneas de contos da autora, reúne oito histórias que lembram o aconchego daquela irmã que oferece o ombro para chorarmos as mágoas, mas que não deixa de nos … Continuar a ler Resenha: Falsos Segredos

Resenha: Jane Eyre

Meu exemplar de Jane Eyre, presente de um amigo Vivesse nos dias de hoje, Jane Eyre seria uma dessas meninas ‘amaldiçoadas’ com um 'dedo podre' para escolher namorados. Mas, a realidade é que embora seus interesses amorosos tenham vivido em meados do século XIX, encontrariam facilmente homônimos quase 200 anos depois. O patrão Sr. Rochester … Continuar a ler Resenha: Jane Eyre

Resenha: Mundo de Tinta – Contos

A trilogia Mundo de Tinta (já resenhada no blog, relembre aqui e aqui), da escritora alemã Cornelia Funke, ganhou um e-book bônus, em 2013, Mundo de Tinta - Contos, que reúne três historinhas que mostram o que aconteceu com alguns dos personagens da trilogia original e explica aos leitores da saga de onde vêm o … Continuar a ler Resenha: Mundo de Tinta – Contos

Resenha (ou quase isso): Laranja Mecânica

Uma catarse tão profunda quanto a Nona Sinfonia Laranja Mecânica é um soco na cara. Um corte profundo de uma navalha afiada. É sangue no olho... Enquanto lia o livro, marcava na rede de bibliófilos Skoob o andamento da minha leitura. Geralmente, apenas marco as páginas lidas, sem comentários prévios, sem dar notas (no caso … Continuar a ler Resenha (ou quase isso): Laranja Mecânica

Resenha: O mundo perdido

Quando os dinossauros viraram deuses Lançado em 1912, O mundo perdido é um clássico de aventura que mistura elementos caros aos apaixonados pelo gênero: diversos perigos que precisam ser superados, doses de humor, pitadas de um romance que parece impossível, diálogos pontuados por ironia e uma narração ágil e que prende da primeira à última … Continuar a ler Resenha: O mundo perdido

Resenha: Tupinilândia

Sobre memória afetiva, história e a capacidade de rir da própria miséria Tupinilândia é uma colagem de referências culturais, históricas e afetivas. Para aqueles leitores que já chegaram ou estão próximos dos 40 anos, o livro é um deleite e uma forma divertida de revisitar o passado com um olhar mais crítico e, ao mesmo … Continuar a ler Resenha: Tupinilândia