Literatura, Resenhas

Resenha: Sapiens (Yuval Noah Harari)

Sapiens - uma breve história da humanidade, embora traga ‘breve’ no nome, não significa superficialidade no relato. O que menos importa é cada fato em si, registrado ao longo da História, mas todo o contexto social, cultural, biológico e ambiental que fez da humanidade o que ela é e fez a História evoluir pelos caminhos… Continue reading Resenha: Sapiens (Yuval Noah Harari)

Anúncios
Literatura, Resenhas

Resenha: Fordlândia (Greg Grandin)

A cena do Vagabundo sendo engolido pelas engrenagens de uma super máquina, em uma linha de montagem fabril, é de 1936, mas ainda serve de metáfora para definir o capitalismo devorador e o consumo predatório que exigia cada vez mais indústrias para alimentá-lo. Da mesma forma, Admirável Mundo Novo, romance de 1931 de Aldous Huxley,… Continue reading Resenha: Fordlândia (Greg Grandin)

Cinema

Análise: Eu não sou um homem fácil (ou de como um filme ajuda a reforçar preconceitos)

SPOILER ALERT: a análise do filme contém descrição de várias cenas. O filme francês Eu não sou um homem fácil, produção original da Netflix dirigida por Eleonore Pourriat, é daqueles que promete revolução, mas descamba para a mais pura decepção. A ideia é interessante, mas a execução ficou aquém das expectativas. O filme promete mostrar… Continue reading Análise: Eu não sou um homem fácil (ou de como um filme ajuda a reforçar preconceitos)

séries

Eventos um pouco menos estranhos

Análise da segunda temporada de Stranger Things, sem spoilers... A série Stranger Things, da Netflix, estreou a segunda temporada no final de outubro, com mais nove episódios sobre os 'estranhos acontecimentos' na cidade de Hawkins (Indiana - EUA). Ambientada em 1984, essa temporada mantém o grande trunfo da série, que é a familiaridade e a… Continue reading Eventos um pouco menos estranhos

Literatura, Resenhas

Resenha: Mary Poppins (P.L. Travers)

Mary Poppins é uma chata! E não digo isso para causar rebuliço à toa. Construí meu imaginário de fã da personagem através do filme da Disney, de 1964, protagonizado pela carismática e linda Julie Andrews. Sempre amei Mary Poppins, desde criança, e perdi a conta das vezes em que revi o filme depois de adulta.… Continue reading Resenha: Mary Poppins (P.L. Travers)

Literatura, Resenhas

Resenha: Claraboia (José Saramago)

Claraboia é um livro póstumo, mas foi escrito no começo da carreira literária de José Saramago. Concluído em 1953, é o segundo romance do autor, escrito logo após o lançamento da sua obra de estreia, Terra do Pecado (1947). O livro ficou perdido por décadas, após um editor recusar publicá-lo e sequer responder ao autor ou… Continue reading Resenha: Claraboia (José Saramago)

Cinema

Dica de filme: Sem Filtro, porque as mulheres querem falar sem censura

Atualização em 21/11/2018: O filme ainda está no catálogo da Netflix O filme chileno Sem Filtro, dirigido por Nicolás López, foi minha escolha para a sessão “cinema no sofá” no fim de semana. E porque a produção diz muito sobre as mulheres e suas aflições, trago a dica para quem tiver interesse. Sem Filtro (Sin… Continue reading Dica de filme: Sem Filtro, porque as mulheres querem falar sem censura

Adaptações, Infanto-Juvenil, Literatura, séries

Desventuras em Série tem adaptação que respeita os livros

Os três órfãos Baudelaire e seu arqui-inimigo, o conde Olaf, são velhos conhecidos dos leitores e fãs da coleção de livros Desventuras em Série, no qual sempre incluo os 13 volumes que narram os percalços na vida dos irmãos Violet, Klaus e Sunny, e um extra, a Autobiografia Não Autorizada de Lemony Snicket. A série que… Continue reading Desventuras em Série tem adaptação que respeita os livros

séries

A transcendência coreografada de The OA

Abrir o plexo solar, liberar o chakra que simboliza a entrada da luz dourada que alimenta, purifica e acalma o espírito. Para quem pratica meditação ou acredita e segue alguma das muitas terapias holísticas existentes, a 'coreografia dos anjos' de The OA, nova série que a Netflix lançou agora em dezembro, não parece tão estranha.… Continue reading A transcendência coreografada de The OA

1livroporfinaldesemana, Literatura, Resenhas

Resenha: Histórias perversas do coração humano (Milad Doueihi)

"O coração, órgão da vida e da fala, do renascimento e da regeneração, do sagrado e do mágico, foi por mim totalmente humanizado. Ele foi dado ao homem como ferramenta e instrumento de amizade, como meio de dominar o próprio eu e a carne por meio das palavras e nas palavras que o habitam." A… Continue reading Resenha: Histórias perversas do coração humano (Milad Doueihi)