Dicas de leitura, Literatura

Lya Luft dialoga com o leitor em livro de memórias

Lya Luft reflete sobre o tempo em seu novo livro O tempo é um rio que corre (Editora Record), que ela chama carinhosamente de “irmão mais novo” de O rio do meio e de Perdas e ganhos.  A obra transforma o leitor em cúmplice do olhar da autora sobre as relações humanas, o valor da vida, a… Continue reading Lya Luft dialoga com o leitor em livro de memórias

Anúncios
Fotografia, Geral

Memória fotográfica

Betty Blythe em cena de A rainha de Sabá, 1921, Fox. Fonte: Retronaut Segunda Feira Gorda da Ribeira (festa popular de Salvador) registrada por Marcel Gautherot, em 1955. Fonte: blog do IMS - Instituto Moreira Sales

Baú de Histórias, Crônicas, Geral

O crucifixo

Tinha dez anos e cursava a quarta série do ensino fundamental, na turma A do colégio Adroaldo Ribeiro Costa, no Cabula. A outra menina, que não lembro mais como se chamava, era uns dois ou três anos mais velha, um palmo mais alta e já peituda. Desde muito pequena, eu tinha mania, junto com minha… Continue reading O crucifixo

Geral, Literatura, Resenhas

Resenha: As Pequenas Memórias (José Saramago)

As memórias de todos os avós quando foram miúdos O que há de tão especial nas lembranças de infância de José Saramago é que, lendo As Pequenas Memórias, lembrei muito dos causos que minha avó, também criada em uma zona rural, contava. Essa familiaridade provocada pela narrativa de um homem idoso que revive a infância… Continue reading Resenha: As Pequenas Memórias (José Saramago)

Fotografia, Geral, Querido Diário

Visão do paraíso no Carnaval

Nem só de traumas de infância é feito o meu Carnaval. Embora continue não me encaixando na festa e nunca tenha levado meu filho para ver o trio passar - e, sinceramente, não creio que tenha feito falta a ele até hoje -, resgatei do baú essa foto do primeiro Carnaval de Snaky Theu (ops,… Continue reading Visão do paraíso no Carnaval

Geral, Querido Diário

(Im)paciente Crônica: Quem tem medo de careta?…ou, não me falem do Carnaval

No plantão da sexta-feira de Carnaval, um colega me perguntou: "Andreia, você gosta de Carnaval?" Respondi contando a historinha do meu trauma de infância. Tinha três anos, me vestiram com um biquine que - embora não dê para ver na foto em p&b aí ao lado -, era cor de vinho, lembro-me nitidamente, embora só… Continue reading (Im)paciente Crônica: Quem tem medo de careta?…ou, não me falem do Carnaval

Artigos, Cultura e Sociedade, Geral

Seu passado NÃO te condena

"Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia, não há nada mais simples. Tem só duas datas - a de minha nascença e a de minha morte. Entre uma e outra, todos os dias são meus". A citação do poeta português Fernando Pessoa, que abre o post, é uma das minhas favoritas. Trouxe… Continue reading Seu passado NÃO te condena

Baú de Histórias, Cotidiano, Crônicas, Geral

Mau-olhado

Minha avó era daquelas velhas de antigamente, do interior, que acreditavam que toda criança corada e gordinha era uma vítima em potencial de mau-olhado. E não bastava chamar uma rezadeira das boas, no mínimo, uma vez por mês, para manter o escudo protetor ao meu redor, era preciso tomar medidas diárias de profilaxia para combater… Continue reading Mau-olhado

Baú de Histórias, Crônicas, Geral

Independência…

Uma criança de seis anos de idade não sabe muito bem o que faz. Mas tente explicar isso para a sua avó muito braba e adepta da didática do chinelo, se você é a criança em questão e irmã mais velha de uma menina de quatro, que devia saber menos ainda o que fazia na… Continue reading Independência…

Geral, Literatura, Resenhas

Resenha: Minha Guerra Alheia

Desfiando o novelo da memória A memória é um novelo de onde basta puxar um fio e as recordações desenrolam-se. Às vezes, entrecortadas, porque o fio se rompe aqui e ali e precisa ser remendado. Mas na maioria das vezes, memórias passadas, principalmente da infância, tornam-se mais nítidas, em linha brilhante, grossa e resistente, com… Continue reading Resenha: Minha Guerra Alheia