Autobiografia

blog-4

Tenho 43 anos, nasci em Salvador (BA) e sou do signo Áries, com ascendente em sagitário e lua em aquário. No Horóscopo Chinês, meu signo é o Tigre. Jornalista, escritora e master em Jornalismo Online. Além da literatura, interessam-me os estudos sobre identidade e representação femininas na sociedade. Trabalho como analista e consultora de projetos em comunicação. E também realizo oficinas e treinamentos para profissionais e estudantes de jornalismo. Na página Portfólio tem mais informações profissionais.

Sou cinéfila e amo séries. A Netflix não acabou com minha vida social porque sempre fui bastante caseira e não curto multidões. Meu filho me chama de “traça de biblioteca”, porque consigo “devorar” livros enormes em pouco tempo. Fui mordida pela mosquinha da leitura compulsiva desde que aprendi a ler nos livros da Casinha Feliz (“Ivo viu a uva” e tudo mais).  Realmente acredito que a literatura salva espíritos e ilumina consciências.

Tenho alma com ‘Síndrome de Penélope’. Mas não porque esteja esperando algum Ulisses perdido retornar. Gosto é da metáfora da costura que é feita e desfeita, que vai se aperfeiçoando a cada novo ponto. Não tenho medo de fazer e refazer caminhos quantas vezes forem necessárias. Já tive de me recuperar de alguns perrengues na vida e também lutei boxe com Dona Morte. Ganhei no último assalto, por nocaute técnico.

Gosto de me expressar por meio da escrita. Tenho uma vida comum, como a da maioria das pessoas, com dias oscilando entre os fabulosos, os genéricos e os tormentosos.

Sou muitas coisas ao mesmo tempo, mas uma da qual me orgulho bastante é de ser a mãe de Matheus, o futuro biólogo que me chama de ‘traça’. Com ele, tenho estimulantes papos filosóficos muito esclarecedores e cheios de poesia. Quando era pequeno, batizamos as broncas e sermões de SOM (Serviço de Orientação Materna). Até hoje, vira e mexe, quando precisa de um conselho, me chama para “fazermos um som”.

Livros, filmes, séries, cultura pop, gatos, cavalos, tigres, corujas, baleias, metáforas, coisas do ‘tempo antigo’, vestidos, batons vermelhos e internet, não necessariamente nesta ordem, tem o meu apreço garantido. Os chocolates também. E música! Não dá para manter o juízo no lugar neste mundo sem uma boa trilha sonora.

Criei o Mar de Histórias em 2008 e também sou a co-fundadora do site Conversa de Menina. Faço parte da rede de bibliófilos Skoob e dos cinéfilos do Filmow. Também tenho perfil no LinkedIn e na Plataforma Lattes, conta no Twitter e a conta do Instagram, para divulgar o blog. Porque se a ideia é viver emaranhada nas redes sociais, melhor amarrar bem apertado!

24 thoughts on “Autobiografia”

  1. Oi Andreia, tudo bem?
    Estou querendo saber um pouco mais sobre a Luiza Mahin.
    Vc poderia indicar alguma bibliografia?
    Agradeço antecipadamente.
    Parabéns pelo blog!
    Abraços.

      1. Muito obrigada. Sou Historiadora e o assunto interessa-me deveras.
        Mais uma vez, parabéns pelo blog. Muito bem cuidado.

  2. Andreia, sou escritor, conterrâneo de Jorge Amado, já publiquei 4 vezes, RJ e SP, e terminei de escrever TUDO QUE AMEI, AMEI SOZINHO romance ambientado em Salvador. Gostaria de conhecê-la. Amei o seu blog.

  3. Oi Andreia! Deveras interessante o seu Blog “História sem Fim”, digo isso pois não consegui chegar ao final! Seu Blog é infinito! Me encantei com muitas coisas, dentre elas o texto sobre a Vila Laura, onde, numa linda casa, na rua Bernardo Spector, residiram o meu amor e seus pais, irmãos e primos!
    Dá licença que voltarei a apreciar o seu/nosso lindo e aprazível Blog! Parabéns e obrigado por deixar-me feliz!

    Afetuoso abraço,

    Jaelson Castro

  4. Amei seu blog. Como você escreve bem!!!!!! foi procurando uma resenha do livro (que estou devorando) – não há silêncio que não termine – que te encontrei.
    Você é brilhante no que fala, no que escreve…
    Parabéns!

  5. Andreia…
    Amei tudo que eu vi por aqui… achei fascinante a forma como escreve e fiquei com vontade de ler muuuuitos livros, e de fazer uma relação com os livros que leio e filmes que vejo, guardar uma recordação de cada um deles…
    Parabéns…

  6. Tá bonito esse! Até deu vontade de fazer um, retomando a linha do Sóis…Saudade de falar de mim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s