Autobiografia

Andreia

Olá! Sou Andreia Santana. Tenho 48 anos – sendo 23 deles dedicados ao jornalismo (veja mais detalhes profissionais) -. Nasci em Salvador-BA e nunca morei em outra cidade, mas fiz muitas viagens para cobrir pautas.

Além de escrever reportagens e editar textos, me encanto pela escrita ficcional em prosa e verso.

Literatura, Cinema, as identidades femininas na sociedade e os estudos queer são meus principais interesses de aprendizado, embora não esteja vinculada a grupos de pesquisa.

Amo ficar em casa e ver filmes e séries. Os serviços de streaming não acabaram com a minha vida social porque se puder, evito as multidões. Meu filho, desde pequeno, me chama de ‘traça de biblioteca’, porque tenho compulsão por livros. Acredito que a literatura salva o espírito do apodrecimento da rotina. E também distrai das dores da existência…

Não tenho medo de fazer e refazer caminhos quantas vezes forem necessárias. A vida não é uma estrada reta, idas e vindas fazem parte da existência. Já tive de me recuperar de alguns perrengues ao longo dos anos e até ‘lutei boxe’ com a morte. Ganhei por nocaute técnico.

Me considero uma pessoa melhor por escrito. Mas, havendo a necessidade, encaro um microfone. A ocasião faz a ‘show woman’.

Tenho uma vida comum, como a da maioria das pessoas, com dias oscilando entre os fabulosos, os genéricos e os tormentosos. Costumo respirar fundo nesses últimos e esperar a tempestade passar.

Livros, filmes, gatos, cavalos, tigres, corujas, baleias, metáforas, coisas do ‘tempo antigo’, vestidos, batons e internet, não necessariamente nessa ordem, tem o meu apreço. Os chocolates também. E música! Não dá para manter o juízo minimamente funcional sem uma boa trilha sonora.

Criei o Mar de Histórias entre 2008/2009, mas já escrevia em blogs antes. Alguns dos textos dos sites antigos migraram para cá. Faço parte das redes Skoob (de bibliófilos) e Filmow (de cinéfilos). Também tenho conta no Instagram (para divulgar o blog, as metas de leitura e os meus cinco gatos).

Se a ideia é viver emaranhada nas redes, melhor amarrar apertado!

30 pensamentos sobre “Autobiografia

  1. Oi, Andreia. Como eu já te disse, gostei bastante da tua autobiografia, do modo como falas sobre ti mesma aí, porque antes de tudo eu me identifico muito com certas coisas ditas aí, especialmente sobre os bichos citados, os chocolates e a música (como escreveu o Nietzsche, “sem música a vida seria um equívoco”). Abraços!

  2. Olá Andreia! Tudo bem? Estou realizando uma Tese (Doutorado) e amei suas palavras sobre migrar. Inclusive vou citá-la!!! Mas preciso da sua ajuda: questões metodológicas. Preciso referenciar Paulo Freire: obra e ano! Não sou da pedagogia. Você consegue me dizer de qual obra você retirou a frase “somos experimentais na essência”?? Agradeço muitíssimo sua ajuda! Abraços!

    • Oi Jô Rosa, não sou da área de educação. Sou jornalista. Li uma vez Pedagogia da Autonomia, desse autor, mas não lembro a editora. Foi para uma reportagem sobre o método construtivista que fiz alguns anos atrás. Acho que esse texto que vc fala, sobre migrar, tem bastante tempo que escrevi. O blog já existe há quase 10 anos e aqui eu exercito o livre pensamento, não sigo um rigor acadêmico, até porque não sou da área de pesquisa. Espero ter ajudado e boa sorte com a tese. Abraços

  3. Oi Andreia, tudo bem?
    Estou querendo saber um pouco mais sobre a Luiza Mahin.
    Vc poderia indicar alguma bibliografia?
    Agradeço antecipadamente.
    Parabéns pelo blog!
    Abraços.

  4. Andreia, sou escritor, conterrâneo de Jorge Amado, já publiquei 4 vezes, RJ e SP, e terminei de escrever TUDO QUE AMEI, AMEI SOZINHO romance ambientado em Salvador. Gostaria de conhecê-la. Amei o seu blog.

  5. Oi Andreia! Deveras interessante o seu Blog “História sem Fim”, digo isso pois não consegui chegar ao final! Seu Blog é infinito! Me encantei com muitas coisas, dentre elas o texto sobre a Vila Laura, onde, numa linda casa, na rua Bernardo Spector, residiram o meu amor e seus pais, irmãos e primos!
    Dá licença que voltarei a apreciar o seu/nosso lindo e aprazível Blog! Parabéns e obrigado por deixar-me feliz!

    Afetuoso abraço,

    Jaelson Castro

  6. Amei seu blog. Como você escreve bem!!!!!! foi procurando uma resenha do livro (que estou devorando) – não há silêncio que não termine – que te encontrei.
    Você é brilhante no que fala, no que escreve…
    Parabéns!

  7. Andreia…
    Amei tudo que eu vi por aqui… achei fascinante a forma como escreve e fiquei com vontade de ler muuuuitos livros, e de fazer uma relação com os livros que leio e filmes que vejo, guardar uma recordação de cada um deles…
    Parabéns…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s