Conto, Infanto-Juvenil, Literatura

O menino que não gostava de dormir – Final

Da série, Migrações

Escrevi esse conto inspirada no meu filho, que não gosta de dormir e tem uma imaginação contagiante. Ele já foi publicado no blog Estação de Sonho, que desativei e estou migrando aqui para o Mar de Histórias. Talvez, se tudo der certo, seja publicado em um suplemento infantil de um jornal aqui de Salvador. No momento, o texto está sob análise.  Para ler o início da história clique nos links abaixo:

>>O menino que não gostava de dormir I

>>O menino que não gostava de dormir II

XXXXXXXXXXXXXXXXX

A discussão no céu estava animada. Ora o rei Morpheu berrava de um lado, ora O Arcanjo berrava do outro. Na maioria das vezes os dois berravam ao mesmo tempo e ninguém entendia nada. Os dois poderiam passar a eternidade inteira debatendo a questão, sem que ninguém soubesse direito de quem era a razão. No mundo das pessoas as vezes também é assim, discute-se eternamente sem que nenhum dos lados seja o vencedor. Mas, o menino que não gostava de dormir precisava descansar, pois ele já andava com olheiras roxas gigantescas, sem concentração na escola e literalmente cochilando em pé. Foi então que o anjo porteiro, aquele sem auréola, que pediu a carteira de identidade do rei do sono, apareceu na sala do trono do Arcanjo com uma sugestão:

– Con licença, majestades – disse o anjo porteiro. – Se permitem que eu meta a minha asinha na conversa, tenho uma sugestão para dar, que talvez resolva o problema dos dois lados.

Os reis pararam a briga e olharam para o anjo porteiro. O Arcanjo com a sua expressão de desdém, uma sobrancelha arqueada; e o rei Morpheu com a sua carinha de quem acha tudo um grande tédio. O anjo porteiro, fingindo que não viu as expressões dos soberanos, disparou a falar antes que eles mudassem de ideia:

– O rei Morpheu precisa que o menino durma para poder fazer o seu trabalho que é de colocar as pessoas, principalmente as crianças, para sonhar. Já os anjos, ficam muito solitários aqui no céu quando o serviço termina e não são todos os meninos que sabem falar a nossa língua. Até existia um menino, o Luis de Camões, mas ele cresceu e trocou as conversas com os anjos pelos livros de poesia… então, não podemos perder a oportunidade de botar a conversa em dia quando encontramos uma criança com esse dom…

Os reis já davam sinais de impaciência, a lenga-lenga do anjo estava demorando demais. Reis são sempre assim, impacientes, mesmo quando têm a eternidade inteira pela frente. O anjo porteiro acelerou o discurso:

– …a minha proposta é que o expediente no céu seja antecipado e assim, termine mais cedo. Daí, nós anjos visitariamos o menino sempre entre às 22 horas e a meia-noite, duas horas de conversa por dia são suficientes. Bem, então, depois da meia-noite, ele “dormiria com os anjos” (aliás, essa expressão está erradíssima, porque anjos não dormem) e seria a vez do rei Morpheu entrar em ação até o amanhecer. Considerando que o menino precisa levantar às 7h para ir à escola, acho que todo mundo sairia ganhando. Nos finais de semana, claro, a gente podia esticar o papo só um pouquinho…

Os dois reis tentaram encontrar uma brecha na proposta do anjo porteiro, mas perceberam que era inútil, porque ele havia pensando em tudo direitinho. Apertaram-se as mãos, selando o acordo. E foi assim que o menino que não gostava de dormir passou a ser conhecido como o menino que não gostava de dormir cedo demais. As olheiras roxas desapareceram, a concentração e as notas na escola melhoraram e, quando os anjos tinham de fazer hora extra, o próprio Morpheu aproveitava o horário entre 22 horas e meia-noite para bater um papo com o menino.

O anjo porteiro? Aaaahh, ele foi promovido e virou o assessor do Arcanjo.

Anúncios

32 opiniões sobre “O menino que não gostava de dormir – Final”

  1. Poderia simplificar alguns termos. Crianças de 5 / 6 anos de idade geralmente não entendem algumas palavras. De resto o texto é bacaninha!

    1. Oi Nivaldo, muito obrigada por seu comentário. Mas quando criei a história, em 2009, não foi pensando em crianças de 5 ou 6 anos. Fiz para uma criança de 12, que era o meu filho. Abraços

  2. Minha filha que ama história para dormir, se encantou com essa história e deu boas risadas!! E ficou querendo mais!!!
    Belíssimo trabalho!!!
    Aguardamos novas histórias!!

  3. Muito linda a sua história. Meu filho de 10 anos fala que dormir as vezes é ruim pq deixa de brincar, mas acaba sempre dormindo. Contei a história para a minha filha de 12 anos, ela amou. Depois contarei para o meu menino que tbm não gosta de dormir.

    1. Oi Ana Paula, fico muito feliz que eles gostaram. Que lindo que você conta histórias para a Mirela e o Miguel, eles vão crescer pessoas lindas, cheias de imaginação e afeto. Abraços!

  4. Achei linda a história, muito interessante e criativa, minha filha dormiu na segunda parte e eu continuei lendo. Parabéns!!!!

  5. Meu filho gostou e dormiu antes mesmo antes de terminar a primeira parte da história, mas eu não resisti e fui até o fim. Lindo demais!!!

      1. oi, eu gostei muito da sua história. você pode fazer mais histórias? Sou eu, Henrique, filho da Gisele Abrahim

      2. Oi Henrique, tenho outras histórias aqui no blog e pretendo escrever novas, sim. Veja se gosta dessas: https://mardehistorias.wordpress.com/2009/04/17/o-teatro-de-rosa/ – Se chama O teatro de Rosa e escrevi inspirada em uma brincadeira que minha mãe fazia quando eu era criança. Na minha casa, quando faltava luz, fazíamos teatro de sombras nas paredes de casa, aproveitando a claridade das velas acessas. E tem essa, que é bem grande e ainda estou escrevendo, mas vou colocando aos poucos aqui no blog: https://mardehistorias.wordpress.com/2009/03/29/as-mil-e-uma-aventuras-do-principe-raja/ Se chama As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá. Abraços!

  6. Oi, gostei muito da historia rsrsrs
    Minha filha dormiu é eu continuei a ler … de tão interessante … parabéns.

  7. Que estória linda ! Da gosto de ler algo tão bem escrito para meus filhos. Também tenho uma filha que conversava com os anjos. Senti-me até confortada com este conto. Um grande abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s