De mãe para filha

Da série Migrações Minha mãe odeia os protocolos domésticos. Servir almoço, jantar, botar mesa, tirar mesa. Quando estamos as duas sozinhas, ela sempre tenta driblar o meu gosto pelo ritual das refeições. Ela é uma mulher prática. Mulheres práticas são necessárias neste mundo... - Boto a mesa completa? - Não, faz só o 'PF' (prato … Continuar a ler De mãe para filha

Advertisement

No buzú, aperta que dá!

Da série Migrações Lata de sardinhas "Não abra mais a porta motô, aqui não cabe mais ninguém". Lata de sardinha, lata de gente, Luis Anselmo/Pituba, sucursal do inferno em forma de ônibus. Uma cena que pensei ter ficado para trás, na adolescência, na época do famigerado Itinga/Pituba, meados dos anos 90, retorna para assombrar os … Continuar a ler No buzú, aperta que dá!