Baú de Histórias, Crônicas, Cultura e Sociedade, Querido Diário, Sociologia

Semente…

Quando as minhas aulas sobre gênero e identidade viram realidade…

Consultório médico. Recepção. Um menino, aparência de cinco/seis anos. Uma menina, irmã dele, no máximo três.

A médica: Venha aqui ver que bichinho lindo! (mostrando a imagem de um bicho preguiça na tela do computador)

Ela: Eu tenho!

Ele: Não tem nada, você nem sabe o que é isso.

Ela: Eu sei sim.

Ele: Você não tem nada. Cala a boca sua burra!

A médica: Deixe sua irmãnzinha dizer o que ela quiser e não chame ela de burra, que coisa feia…

Ele: Ela é pequena, é burra e é mentirosa, ela nem sabe o que é bicho preguiça. Ela não sabe escrever o nome dela ainda, eu já sei fazer o meu todo!

Ela: (voz de choro) Para!

A médica: Porque você está falando asssim com a sua irmãnzinha?

Ele: Porque ela é menina e menina é chata.

A médica: Quem te disse que menina é chata?

Ele: Meu pai!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s