O Golpe dos R$ 10 ou A Crônica de um Cobrador Esquecidinho

Quem inventou o ditado de que um raio não cai no mesmo lugar três vezes seguida não conhecia o cobrador do horário das 16h45 de Naná (Narandiba-Hospital Geral), velho conhecido de vocês, coletivo que diariamente eu tomo na Vila Laura para ir trabalhar na Av. Tancredo Neves. É, mais uma das minhas crônicas, experiências extra-sensoriais, … Continuar a ler O Golpe dos R$ 10 ou A Crônica de um Cobrador Esquecidinho

“Cadê minha moeda de 0,05?”

Da série Crônicas do Cotidiano A passageira entrou no ônibus no ponto da Rótula do Abacaxi, o mesmo onde espero meu Pituba diariamente para ir ao trabalho. Era estudante universitária (dava para ver pelas roupas, o caderno e pelo ônibus, o mesmo que uso, que conduz até uma faculdade particular no Caminho das Árvores). O  … Continuar a ler “Cadê minha moeda de 0,05?”