“…mas a tarde é minha”

Lembrei dos versos de Cecília... Caminho de campo verde estrada depois de estrada. Cerca de flores, palmeiras, serra azul, água calada. Eu ando sozinha no meio do vale. Mas a tarde é minha... (trecho de Canção da tarde no campo, Cecília Meireles) *A imagem é do Retronaut.com

Resta uma fumacinha de Natal

Um post em homenagem aos politicamente corretos (ou aos meus amigos fumantes). Agora que a festa passou, o peru virou escaldado e as crianças já abriram os presentes embaixo da árvore, posso mostrar Papai Noel fazendo um bico como garoto propaganda de marcas famosas de cigarro entre os anos 40 e 60. E olha que … Continuar a ler Resta uma fumacinha de Natal

Aula de etiqueta

Anúncio de 1910, que aparecia na tela do cinema antes da projeção dos filmes: "Senhoras e Senhores queiram, por gentileza, tirar os chapéus". Posto aqui como inspiração, por um mundo mais educado... Fonte: mais um dos meus passeios de fim de semana pelo Retronaut.

Amor, desesperado amor

Dia dos Namorados e como diz um conhecido, "mais fácil perder o amigo do que a piada". Futucando a internet, encontrei gravuras vintage muito divertidas para inspirar a data tão romântica com uma pequena dose de ironia. Divirtam-se! E para ver outras gravuras, o link é este.