As duas vidas de Charlie

Flores para Algernon, edição de 2018 da Aleph (Foto: Andreia Santana/@blogmardehistorias Somos apenas um conjunto de tudo o que aprendemos? Valemos mais quanto maior for o nosso Q.I? Essas são algumas perguntas estimuladas após a conclusão da leitura de Flores para Algernon, clássico de ficção científica do escritor norte-americano Daniel Keyes, publicado originalmente em 1959, … Continuar a ler As duas vidas de Charlie

Resenha: A odisseia de Penélope

Imagem: Instagram @blogmardehistorias / Andreia Santana A quem interessa uma Penélope devotada? Será que a costura feita durante o dia e desfeita à noite era mesmo um sinal da submissão de uma esposa fiel ou a autodefesa de uma mulher cercada por homens hostis e que precisava jogar com as armas à disposição? Para mim, … Continuar a ler Resenha: A odisseia de Penélope

Resenha: O mundo perdido

Quando os dinossauros viraram deuses Lançado em 1912, O mundo perdido é um clássico de aventura que mistura elementos caros aos apaixonados pelo gênero: diversos perigos que precisam ser superados, doses de humor, pitadas de um romance que parece impossível, diálogos pontuados por ironia e uma narração ágil e que prende da primeira à última … Continuar a ler Resenha: O mundo perdido

Resenha: Ladeiras, vielas & farrapos (Tom Correia)

Salve a nostalgia de uma Salvador que desaparece! O subúrbio ferroviário de Salvador tem um tipo de beleza que dói. E quem nasceu ou cresceu por aquelas bandas entende bem, mesmo sem saber explicar com palavras bonitas. Outras regiões periféricas da capital baiana, ou mesmo o seu tombado centro antigo, também possuem seus encantos, mas … Continuar a ler Resenha: Ladeiras, vielas & farrapos (Tom Correia)

Resenha: O príncipe da névoa (Carlos Ruiz Zafón)

A origem promissora de um autor O príncipe da névoa, romance de estreia do catalão Carlos Ruiz Zafón está aquém de A sombra do vento, livro que revelou o autor espanhol ao mundo, mas o intervalo de 15 anos que separa uma obra da outra (O príncipe da névoa é de 1993 e A sombra … Continuar a ler Resenha: O príncipe da névoa (Carlos Ruiz Zafón)

Branca de Neve, princesa imortal

A julgar pelas vezes incontáveis em que a madrasta má tentou eliminar a enteada Branca de Neve e essa retornou dos mortos, literalmente, era de se imaginar que mais de 300 anos atrás, a hecatombe zumbi tão em moda ultimamente já tinha começado. Brincadeiras à parte, Branca de Neve está mais para imortal do que … Continuar a ler Branca de Neve, princesa imortal

Resenha: Trio de Vênus

O olhar feminino sobre a vida, a morte e as relações Trio de Vênus é um típico romance escrito para mulheres, por uma mulher, sobre a vida de três outras mulheres de gerações diferentes de uma mesma família vivendo um luto. Mas, não digo isso para desmerecer a obra, ao contrário, se virasse filme, daria … Continuar a ler Resenha: Trio de Vênus