Filosofia da madrugada…papo de bêbado perde

Éramos cinco criaturas "indormidas" e com mais duas horas de plantão pela frente. Passava das duas da madrugada e a conversa começou por acaso. Alguém comentou sobre um antepassado português e uma coisa foi puxando a outra, num novelo emaranhado em muitos fios. Começou pela saga do antepassado, avançou para a colonização portuguesa, a vinda … Continuar a ler Filosofia da madrugada…papo de bêbado perde

Madrugada adentro, again!

E o fim de semana segue seu curso em ritmo de forró eletrônico, que eu nem gosto. Mas, os ossos de dinossauro do ofício são todos de tiranossauro rex, cada um maior que o outro. E eu que achava que me livraria das festas saindo da reportagem... Não existe festa maior que a edição, é … Continuar a ler Madrugada adentro, again!

Trabalhadores notívagos, uni-vos!

Da série, Migrações Em setembro passado substitui um colega, editor de fechamento. Na ocasião, escrevi o textinho abaixo sobre o quanto é sofrível trabalhar à noite. Em janeiro deste ano passei a trabalhar à noite em tempo integral, na edição de fechamento, e estou adorando a experiência. O post migrou porque o quesito bravos guerreiros … Continuar a ler Trabalhadores notívagos, uni-vos!