Bala no Alvo, Crônicas

(Im)paciente Crônica: Garotas, boas ou más, vão para onde quiserem ir

Um mulher tem o direito de definir-se como bem entender, de ser quem ela quiser ser, de se comportar como quiser, sem dar satisfações ou pedir permissão a ninguém. Mas a regra só vale se ela faz isso por si mesma e não porque existe todo um contexto social que a força, ou convence com… Continue reading (Im)paciente Crônica: Garotas, boas ou más, vão para onde quiserem ir

Cultura e Sociedade, Geral, Sociologia

“Strike a pose”

A dica veio de uma nota publicada na coluna Armarinho deste domingo, no Caderno 2+ (A TARDE), assinada pelo jornalista Pedro Fernandes. Curiosa, fui atrás do site e do vídeo que ele cita, da espanhola Yolanda Domínguez, que faz um trabalho muito bacana sobre as representações do feminino pela indústria da moda. Identidade e feminilidade… Continue reading “Strike a pose”