Mentiras sinceras (não) me interessam

No contexto de Maior Abandonado (Cazuza) a frase (mentiras sinceras me interessam) soa até poética, mas a verdade é que, independente de gostar muito dessa canção, as mentiras sinceras (ou falsas como uma cédula de três reais) não me interessam. Mentir socialmente também não me convence, é artifício de gente dissimulada. Muito menos cola a conversa … Continuar a ler Mentiras sinceras (não) me interessam

Nas Livrarias: Jura?, de Cláudio Fragata

Mar de Histórias começa uma nova série de posts literários. Além das resenhas, crônicas, contos e as "filosofagens" que divido no blog, entre outros assuntos, passo a indicar por aqui também o que há de novo (ou nem tão novo, mas promissor) nas prateleiras das livrarias do país. Abro a série com o livro Jura?,  … Continuar a ler Nas Livrarias: Jura?, de Cláudio Fragata

E um dia, lá estamos nós, brigando com quem amamos

É muito difícil dizer umas verdades para as pessoas de quem realmente gostamos. Mas, são justamente essas pessoas que merecem ouvir da gente a verdade. Muitas vezes, guardamos sentimentos, mágoas e opiniões com medo de ferir um grande amigo, um familiar, o amor. E, num dia em que estamos mais vulneráveis, a represa arrebenta e … Continuar a ler E um dia, lá estamos nós, brigando com quem amamos