Ah, esses adoráveis personagens “marginais”

A violência mostrada nos filmes de Quentin Tarantino é estilizada e coreográfica? É. Mas como ficar indiferente a uma coisa linda dessas?! Um amigo me mandou a ilustração e o link de onde ela foi "roubada". Detalhe: reparem ali no fundo, no assassino de No country for old man, do livro de Cormac McCarthy, levado … Continuar a ler Ah, esses adoráveis personagens “marginais”

Advertisement

Sobre Barton Fink e o ato de escrever

Barton Fink é um dos filmes dos irmãos Coen de que mais gosto. É o mais literário de todos. Uma metonimia sobre cinema e literatura, sobre o ato de escrever, o ato de roteirizar um filme, a criação e o delírio da arte. Assisti de novo este domingo. Puro deleite. Revi por causa de um … Continuar a ler Sobre Barton Fink e o ato de escrever