Resenha (ou quase isso): Laranja Mecânica

Uma catarse tão profunda quanto a Nona Sinfonia Laranja Mecânica é um soco na cara. Um corte profundo de uma navalha afiada. É sangue no olho... Enquanto lia o livro, marcava na rede de bibliófilos Skoob o andamento da minha leitura. Geralmente, apenas marco as páginas lidas, sem comentários prévios, sem dar notas (no caso … Continuar a ler Resenha (ou quase isso): Laranja Mecânica

(Im)paciente Crônica: Parem ‘1984’ que eu quero descer…

O mundo respira ares de Idade Média e o obscurantismo domina o que antes era busca por conhecimento. No Brasil, nas universidades federais, bolsas de pesquisa são cortadas porque a prioridade do atual governo não é a educação, o avanço da ciência ou o estímulo ao pensamento crítico e criativo que fazem as sociedades evoluírem. … Continuar a ler (Im)paciente Crônica: Parem ‘1984’ que eu quero descer…

Séries: A derrapada de 3%

O piloto de 2011 de 3% tem uma ambientação sinistra, uma atmosfera opressiva e totalitária, que remete ao clássico 1984, filme dirigido pelo britânico Michael Radford e inspirado em uma das matrizes de boa parte das distopias modernas, o romance homônimo lançado em 1949, por George Orwell. Mas, a temporada de estreia da série 3%, primeira série produzida pela rede de streaming … Continuar a ler Séries: A derrapada de 3%

O desconforto de Black Mirror nos persegue desde a antiguidade (sem spoilers)

Há quem diga que não tem mais volta e que o emaranhado das redes onde nos enredamos na vida virtual tende a embaraçar ainda mais. Tendo ou não volta - e para além dos usos necessários ou das inutilidades da internet -, refletir sobre a própria existência e seus rumos é da natureza humana. O segredo … Continuar a ler O desconforto de Black Mirror nos persegue desde a antiguidade (sem spoilers)

Presos do outro lado do espelho negro

Descobri recentemente, graças à indicação de minha irmã, Black Mirror, série britânica de 2011 criada por Charlie Brooker. Após a maratona intensa para assistir aos sete únicos episódios existentes, já estou ansiando por mais. A série tem despertado interesse global graças à Netflix, que além de ter incorporado ao seu acervo as duas temporadas (com … Continuar a ler Presos do outro lado do espelho negro

Clássico de Bradbury ganha edição de bolso

A Editora Globo lançou Fahrenheit 451, de Ray Bradbury, pelo seu selo Globo de Bolso. Escrito em 1953, ainda sob o impacto do fim II Guerra Mundial, Fahrenheit 451, revolucionou a literatura com um texto que condena a opressão anti-intelectual nazista e o cenário dos anos 1950, revelando a apreensão do autor por uma sociedade opressiva e comandada … Continuar a ler Clássico de Bradbury ganha edição de bolso