Artigos

Cabrochas, “indigestas” e outras bossas

A representação social da mulher dos anos 30 no samba de Noel Rosa

Andreia Santana

Aluna especial do Mestrado em Cultura e Sociedade – UFBA

Disciplina: COM 556 – Cultura e Sociedade no Brasil

RESUMO

Noel Rosa é considerado “cronista” social dos anos 30, período em que houve grandes transformações históricas e econômicas no Brasil e no samba, com a sua mudança do caráter festivo original e elevação a gênero musical emblemático da brasilidade. O sistema agrário e o modo de vida rural cederam espaço cada vez maior à industrialização e urbanização dos costumes, afetando a configuração dos papeis sociais, sem, contudo, alterar as relações de gênero vigentes até então. As mudanças no contexto histórico e econômico do período provocaram alterações também no status da mulher na sociedade, embora sua representação ainda seguisse a tradição patriarcal. O objetivo do presente artigo é mostrar de que forma, um compositor atento ao seu tempo como Noel Rosa, pródigo em sambas protagonizados por mulheres, registrou de forma paradoxal as mudanças e “continuidades” na representação feminina nos anos 30.

PALAVRAS-CHAVE: música, mulher, samba, identidade, Noel Rosa.

Para ler o artigo na íntegra, o link é este

==================================

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s