R.I.P Gabo…

"Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o coronel Aureliano Buendía havia de recordar aquela tarde remota em que seu pai o levou para conhecer o gelo. Macondo era então uma aldeia de vinte casas de barro e taquara, construídas à margem de um rio de águas diáfanas que se precipitavam por um leito … Continuar a ler R.I.P Gabo…

Luto por Saramago

Notícias tristes e alegres fazem parte do dia a dia de qualquer pessoa, mas na existência de um jornalista as duas se alternam em uma velocidade assustadora. Enquanto eu redigia o post comemorando minha primeira matéria de política, grão de areia no mundo que sou, morreu um dos meus escritores favoritos: José Saramago, meu filósofo … Continuar a ler Luto por Saramago

Não nos matem, pelo amor de deus!

O título deste post não é um apelo, mas um protesto. A paráfrase relembra a célebre frase do escritor Lima Barreto. Em um artigo escrito para o jornal Correio da Noite, no Rio de Janeiro, em 1915, o autor de Clara dos Anjos bradava: "Não as matem, pelo amor de Deus!" aos maridos e amantes … Continuar a ler Não nos matem, pelo amor de deus!

John Hughes: morre o diretor da minha adolescência

O diretor John Hughes morreu nesta quinta-feira, aos 59 anos, vítima de ataque cardíaco. A notícia, que chegou à Redação através das agências de notícias internacionais - na verdade, um colega tão ou mais cinéfilo que eu veio me contar porque leu numa agência -, trouxe o gosto das recordações, como todo luto. Sim, meus … Continuar a ler John Hughes: morre o diretor da minha adolescência