Resenha: Deixa ela entrar

'O som e a fúria' de Lindqvist Uma criança vampira vaga solitária pelo mundo, dependendo da ajuda de adultos quebrados e moralmente duvidosos para conseguir sangue, que como bem diz o conde Drácula, “é vida”. Uma criança humana solitária vaga pela escola e sua vizinhança, fugindo da violência de outras crianças que aprendem desde cedo … Continuar a ler Resenha: Deixa ela entrar

Advertisement

Resenha: As garotas madalenas

Madalenas em um dos asilos da Irlanda, no início do século XX (Foto: Pinterest) “Em nome do amor, o que mais em nome do amor?” A pergunta de Bono em Pride (In the nome of love), uma das canções mais famosas da banda irlandesa U2, é uma metáfora sobre as religiões e o quanto, ao … Continuar a ler Resenha: As garotas madalenas

Resenha: A Ilha

A Ilha, de 1962, é o último livro de Aldous Huxley publicado com o autor ainda vivo, exatos 30 anos depois de sua obra mais famosa, Admirável Mundo Novo. O escritor morreu em novembro de 1963. O livro foi pensado para ser um oposto de Admirável Mundo Novo e Huxley dizia que com esse livro … Continuar a ler Resenha: A Ilha

Resenha: Contos Negros

Todas as histórias humanas têm, possivelmente, um berço comum, o mesmo de onde viemos, o continente africano. Da África, elas se espalharam no rastro do fluxo migratório dos povos ancestrais, seja por vontade, quando os primeiros seres humanos se dispersaram pela Terra; seja de forma compulsória e violenta, quando seres humanos foram traficados como escravizados. … Continuar a ler Resenha: Contos Negros

Resenha: A cidade do vapor

Carlos Ruiz Zafón escreveu 11 contos em sua carreira literária. O autor da saga 'O cemitério dos livros esquecidos' morreu em 2020, mas pouco antes, havia preparado uma pequena surpresa para os fãs, reunindo essas 11 histórias curtinhas em uma coletânea [A cidade do vapor, Suma, 2021]. A ideia era essa mesma, presentear quem se … Continuar a ler Resenha: A cidade do vapor

Resenha: Trilogia As crônicas dos Kane

Os três livros que formam a série As crônicas dos Kane, de Rick Riordan [no Brasil publicados pela Editora Intrínseca], deslocam o protagonismo das histórias inspiradas em mitologias antigas do mundo greco-romano ou da Escandinávia para o continente africano, mais especificamente para o Egito, o primeiro grande império humano. Essa trilogia, iniciada em 2010, segue a … Continuar a ler Resenha: Trilogia As crônicas dos Kane

Resenha: As Benevolentes

Os piores castigos impostos pelas Erínias bastariam para apagar da memória coletiva os horrores da II Guerra Mundial e do nazismo? Maximilien Aue, protagonista de As Benevolentes (Alfaguara, 2007) se faz essa pergunta enquanto desfia um rosário de misérias diante do leitor atônito. Com quase mil páginas, essa é leitura árdua tanto pelo volume do … Continuar a ler Resenha: As Benevolentes