(Im)paciente Crônica: Garotas, boas ou más, vão para onde quiserem ir

Um mulher tem o direito de definir-se como bem entender, de ser quem ela quiser ser, de se comportar como quiser, sem dar satisfações ou pedir permissão a ninguém. Mas a regra só vale se ela faz isso por si mesma e não porque existe todo um contexto social que a força, ou convence com … Continuar a ler (Im)paciente Crônica: Garotas, boas ou más, vão para onde quiserem ir