Autores, Literatura

Biografia e relançamentos homenageiam centenário do escritor argentino Julio Cortázar

CortázarJulio Cortázar faria 100 anos nesta terça-feira, 26 de agosto. Para homenagear o autor argentino, uma biografia dele será lançada durante a Bienal do Livro de São Paulo, que acontece até domingo, 31. Além disso, a Civilização Brasileira está reeditando as obras dele no Brasil, inclusive aquelas fora de catálogo há algum tempo.

A biografia de Cortázar sai pela editora DSOP. Cortázar: notas para uma biografia, de Mario Goloboff, com tradução de José Rubens Siqueira, traz uma narrativa em caráter íntimo e pessoal, pois biografado e biógrafo eram amigos. O livro aborda temas diversos da vida e obra de Cortázar, que proporcionam aos leitores uma maneira de chegar mais perto de um dos escritores mais complexos e de maior sensibilidade literária de sua geração.

Nas palavras de José Rubens Siqueira, “muito além das referências biográficas, Mario Goloboff trabalhou nesta obra para construir um arcabouço de informações até então pouco abordadas sobre a vida de Julio Cotázar. No conjunto dos capítulos do livro, pode-se perceber que são abordadas notas biográficas de diferentes níveis e aspectos, pincelando as ações políticas, sociais e literárias desse grande gênio do século XX. A partir de uma ampla pesquisa, o livro traz à luz aspectos menos conhecidos desse autor magistral”.

Cortázar e Margall
Cortázar e Margall

Relançamentos – Entre os livros que a Civilização Brasileira relança no centenário de Julio Cortázar e em memória aos 30 anos de sua morte (ele faleceu em 12 de fevereiro de 1984), estão Bestiário, lançado originalmente em 1951, Um Tal Lucas e Final do Jogo. Bestiário, considerado um dos principais livros de Cortázar, ganha nova tradução de Ari Roitman. A Civilização ainda não divulgou data, mas deverá relançar, com nova tradução de Eric Nepomuceno, o emblemático O Jogo da Amarelinha. Outra obra sobre o autor que a editora coloca no mercado é A fascinação das palavras – conversas com Júlio Cortázar, do jornalista uruguaio Omar Prego Gadea.

O Grupo Editorial Record, do qual a Civilização Brasileira faz parte, também homenageia o escritor sul americano com o ciclo de palestras Todo Cortázar 100 anos – Um só autor, muitas artes, em parceria com o Instituto Cervantes. O evento acontece até o final deste mês, no Rio de Janeiro.

………..

>>Mais sobre Cortázar no blog:

Wolverine e Julio Cortázar

O jogo da Amarelinha faz 50 anos

No olho do furacão… é sentar e esperar

Cortázar em versão petit

P.S.: E Cortázar ainda amava gatos…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s