“É uma coisa magnífica descobrir a poesia na meia-idade”

"Afora a leitura dos meus autores modernos preferidos - Waugh, Greene, Powell, Huxley e Snow -, minha leitura de romances costuma se limitar a reler livros que li anos atrás. Mas agora de repente quero ler de novo certos livros que não me agradaram, mas que todos consideram obras-primas. Quero e vou ler Dostoiévski, Tolstói … Continuar a ler “É uma coisa magnífica descobrir a poesia na meia-idade”