Dicas de leitura, Literatura

O jogo da Amarelinha faz 50 anos

O romance O Jogo da Amarelinha, do escritor argentino (na verdade ele nasceu em Bruxelas, de pais argentinos, mas foi criado entre a Argentina e a França) Julio Cortázar, completou 50 anos da primeira edição e a Civilização Brasileira (Grupo Editorial Record) lançou uma nova edição especial comemorativa, em português, com capa dura e prefácio assinado por Ari Roitman, conhecido tradutor de obras de Cortázar.

Publicado originalmente em 1963, O Jogo da Amarelinha (Rayuela) é tido como responsável por despertar interesse mundial pela literatura latino-americana e é considerado ainda uma das obras-primas em língua espanhola. O livro é formado por histórias paralelas de exilados na Europa. Seduz por sua narrativa experimental, que brinca com as possibilidades de leitura. Tanto pode ser lido de forma linear, quanto começar a partir de um determinado trecho e ir seguindo as indicações marcadas no rodapé ao final de cada capítulo.

Ficha Técnica:

AmarelinhaO Jogo da Amarelinha – Edição Comemorativa de 50 anos

Autor: Julio Cortázar

Tradutor: Fernando de Castro Ferro

Editora: Civilização Brasileira (Grupo Editorial Record)

602 páginas

R$ 60,00

Anúncios

1 thought on “O jogo da Amarelinha faz 50 anos”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s