História

Livros revisitam nazismo a partir da presença feminina

Dois lançamentos recentes da editora Pensamento-Cultrix revisitam a história do nazismo a partir do papel desempenhado pelas mulheres judias e pelas alemãs no período da II Guerra e da vigência do Terceiro Reich.

Sob o fantasma do holocausto, das historiadoras Uta Larkey e Rebecca Boehling, constrói uma biografia coletiva dos efeitos do holocausto a partir das experiências de uma família judaica na qual as mulheres assumem papel central durante a guerra.

Segundo as autoras, a história do clã Kaufmann-Steinberg reúne elementos valiosos para o estudo da trajetória judaico-alemã na era moderna, a partir do exame dos papeis de gênero durante a guerra. Sob o comando de duas mulheres, a família assumiu uma proposta ousada para a época: ajudar homens judeus que passavam por dificuldades financeiras devido às perseguições do nazismo.

As autoras tiveram acesso a um rico material descoberto por familiares do clã, que consiste em fotografias, diários, cartões-postais e mais de 600 cartas trocadas das décadas de 1930 e 1940. Os documentos fornecem detalhes sobre o cotidiano e a luta dos judeus para sobreviver às duras sanções impostas pelo regime nazista e retratam fatos ocorridos na Alemanha, Inglaterra, Suíça, Estados Unidos, Chile e Israel, antes, durante e após a guerra.

Entre os temas das cartas estão desde as preocupações diárias, até questões financeiras, doenças, eventos do cotidiano, a ascensão do Partido Nazista, os riscos de deportação e a dúvida de muitas famílias de judeus-alemães entre sair da Alemanha ou permanecer no país, mesmo com risco de captura.

Mulheres do Reich – Já o segundo lançamento, A história da Alemanha Moderna, do historiador Martin Kitchen, mostra a vida das mulheres alemãs durante o período do Terceiro Reich, que tinham a obrigação de servir a pátria, ao führer e aos homens (maridos), criando os filhos e cuidando do lar. As famílias nas quais as mulheres não trabalhassem fora, recebiam subsídio do governo para que ficassem em casa e se dedicassem à criação de crianças “racialmente puras”.

Na verdade, o livro se debruça por 200 anos da história alemã. O autor traça um panorama da formação do moderno estado alemão, rememorando o impacto causado por Napoleão sobre a fragmentada Alemanha que, desde 1512, ostentava o título de Sacro Império Romano-Germânico, por sua constituição interna abarcar centenas de principados, ducados, cidades livres e estados eclesiásticos e aristocráticos. Apenas em 1871, com a Restauração e a Reforma do país, desenvolve-se uma consciência nacional.

Já com a Alemanha estabelecida como uma nação moderna, o autor aborda, em tom analítico e provocador o tumultuado passado do país: a ascensão e a queda do Império Alemão, o colapso da efêmera República de Weimar, os doze anos do Terceiro Reich sob a ditadura de Hitler, a divisão da Alemanha após a II Guerra Mundial, a história da República Democrática Alemã ou Alemanha Oriental durante a Guerra Fria, a Era Adenauer, o colapso da União Soviética, a queda do Muro de Berlim e a unificação das duas Alemanhas, desembocando no século XXI, com o governo de Angela Merkel.

Fichas Técnicas:

holocaustoSob o fantasma do holocausto

Autoras: Uta Larkey e Rebecca Boehling

Editora: Pensamento – Cultrix

368 páginas  

Preço: R$ 47,00

alemanha modernaA história da Alemanha Moderna

Autor: Martin Kitchen

Editora: Pensamento – Cultrix

592 páginas / Preço: 74,00

*Com informações enviadas pela assessoria da Cultrix

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s