Geral, Literatura, Poesia

Quem disse que poesia não vende?

Toda PoesiaUma grata surpresa apareceu nos rankings de mais vendidos desta semana, Toda Poesia (Companhia das Letras), que reúne a obra de Paulo Leminski desde a sua estreia na poesia, em 1976, até a morte do poeta, em 1989, está entre os dez livros mais vendidos do país, figurando em listas como as das revistas Veja e Época e do site Publishnews.

Nem todo mundo gosta de rankings ou se baseia neles para escolher suas leituras, mas para quem vive da palavra, como eu, que pesquiso e escrevo sobre literatura aqui neste blog e também no jornal onde trabalho, seguir as tendências do mercado editorial faz parte da rotina diária. E vale desde os rankings da mídia oficial até aqueles construídos por usuários de redes sociais. Dia desses, inclusive, refleti sobre a maravilhosa diversidade do ranking da rede Skoob aqui nesse texto para o blog que mantenho no portal A TARDE.

Nos últimos tempos, as listas de dez mais têm sido dominadas por títulos de neo erotismo, ou, monopolizadas por autores estrangeiros; então, encontrar um autor brasileiro e ainda por cima poeta, é uma luz no fim do túnel.

Continuo acreditando que a leitura é algo subjetivo e que cada um tem direito às suas escolhas e a ser respeitado por elas. Acredito que no mundo existe lugar para leitor de livros eróticos, de  autoajuda, de água com açúcar, de aventura, de ficção científica, de clássicos, de chic lit, de capa e espada e de tudo quanto é gênero literário que já foi inventado. Tenho os meus preferidos, mas isso não me impede de analisar o que me chega às mãos, ou de divulgar lançamentos que podem interessar a outros gostos.

Mas olho a questão também pelo lado dos poetas, que sempre foram considerados inacessíveis, difíceis e pouco palatáveis para o grande público. Para muita gente, infelizmente, a poesia ainda é “aquela parte chata” das aulas de literatura do ensino médio. E como sou neta de um poeta, – meu avô, homem de antigamente e nascido no Recôncavo baiano,  dividia a vida entre fazer filhos (foram dez), campanha política (era de esquerda), cuidar de um alambique e escrever versos -, me comove ver que a poesia ganha um lugar de destaque entre as preferências de um povo eternamente acusado de não gostar de ler.

Que a presença de Leminski nessas listas de “dez mais” seja só um começo…

Veja os rankings citadas no post:

>>Revista Época (edição impressa 775 – Semana 31/3 a 6/4)

1 – O lado bom da vida – Matthew Quick

2 – Cinquenta tons de cinza – E. L. James

3 – Cinquenta tons de liberdade – E. L. James

4 – Cinquenta tons mais escuros – E. L.  James

5 – Garota Exemplar – Gillian Flynn

6 – Toda Poesia – Paulo Leminski

7 – Uma curva na estrada – Nicholas Sparks

8 – Morte Súbida – J.K.Rowling

9 – Toda sua – Sylvia Day

10 – A culpa é das estrelas – John Green

>>Revista Veja (acessado em veja.abril.com.br em 31/3)

1 – Cinquenta tons de cinza – E. L. James

2 – O lado bom da vida – Matthew Quick

3 – Cinquenta tons de liberdade – E. L. James

4 – Cinquenta tons mais escuros – E. L.  James

5 – Toda Poesia – Paulo Leminski

6 – Garota Exemplar – Gillian Flynn

7 – Uma curva na estrada – Nicholas Sparks

8 – A culpa é das estrelas – John Green

9 – Profundamente sua – Sylvia Day

10 – Toda sua – Sylvia Day

>>Publishnews (acessado em www.publishnews.com.br em 31/3)

1 – Cinquenta tons de cinza – E. L. James

2 – Cinquenta tons de liberdade – E. L. James

3 – O lado bom da vida – Matthew Quick

4 – Cinquenta tons mais escuros – E. L.  James

5 – Toda sua – Sylvia Day

6 – Morte Súbida – J.K.Rowling

7 – Profundamente sua – Sylvia Day

8 – A travessia – William P. Young

9 – culpa é das estrelas – John Green

10 – Toda Poesia – Paulo Leminski

>>Sinopse e informações sobre Toda Poesia no site da Companhia das Letras

Anúncios

5 thoughts on “Quem disse que poesia não vende?”

  1. Oi, Andreia. Grata surpresa ver poesia na lista dos mais vendidos, mas triste constatação ver os livros com os quais ela divide o ranking. Qual mistério explicará a boa venda de Leminski ? Saudosismo?Bom-gosto? Surto decorrente das citações de sua autoria que andam proliferando no Facebook? Excelente divulgação por parte da editora que o lançou? Espero que seja simplesmente reconhecimento.Também fico triste quando digo para alguém: “estou lendo um livro de poesias” e essa pessoa retruca: “ah, não gosto muito.” Será que eles acham que poesia é só um punhado de rimas? De que valeu o modernismo pra balançar as estruturas? Abraços.

    1. Oi Mária,
      Acredito que a poesia de Leminski tem muitos admiradores, embora imagine que o livro figurar nos rankings de dez mais seja uma combinação de todos os fatores que você citou. Também espero que cada vez mais gente se dê o direito de descobrir a poesia. Abraços.

  2. Bom dia!
    Gosto de começar bem minha segunda feira e ai uma boa opção é o trabalho de vocês.
    Sou produtor cultural e administrativo estou responsável pelo trabalho de reativação da Biblioteca Abílio Silva Lima, da Federação Espirita do Estado da Bahia – FEEB, em Salvador.
    Nos definimos como uma biblioteca preferencialmente de obras espiritas, mas não exclusiva e temos interesse em hospedar e disseminar entre nossos leitores boas obras e o habito da leitura.
    Gostaríamos de saber da possibilidade de celebrarmos um parceria de cooperação, colaboração e intercambio.
    Atenciosamente,
    Alexandre Rocha,

    1. Oi Alexandre,
      O Mar de Histórias é feito apenas por uma autora, é meu blog pessoal, onde costumo falar dos temas de meu interesse, como literatura, cinema e cidadania. Que tipo de parceria vocês propõem? A replicação do meu conteúdo, desde que para usos sem fins lucrativos, pode ser feita mediante apenas a citação da autoria dos textos e a exibição do link da postagem original. Se preferir, me envie um email (decasantana@gmail.com) e conversamos.
      Abraços!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s