Citações, Geral, Literatura, Poesia

“A espantosa realidade das coisas”

Admiration

“A espantosa realidade das coisas.

É a minha descoberta de todos os dias.

Cada coisa é o que é.

E é difícil explicar a alguém quanto isso me alegra,

e quanto isso me basta.”

(Alberto Caeiro, heterônimo de Fernando Pessoa)

Anúncios

3 thoughts on ““A espantosa realidade das coisas””

    1. Oi,
      O poeta quis dizer exatamente o que ele disse: a realidade é exatamente como é, as coisas são o que são (ou seja, elas não são como nós queremos) e essa descoberta – até meio óbvia – o alegra e é o bastante para ele viver de forma tranquila em relação ao destino.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s