Um provável encontro explosivo

“A Sra. Bonnaventura, que vivia numa espelunca de apartamento ao lado da espelunca de Vern, acreditava na eminência da Abdução. Presa em casa devido ao efisema, ela mantinha duas coisas sempre próximas, um tanque de oxigênio sobre rodas, que ela inalava por meio de uma cânula, e uma malinha, que deixara pronta para a hora da ascensão milagrosa.

Na mala havia uma bíblia, uma muda de roupas íntimas, fotos dos entes queridos falecidos, familiares e amigos, a quem a Sra. Bonnaventura pretendia rastrear sem demora quando alcançasse o Paraíso, e balas de hortelã para o hálito.

(…)

Vern não acreditava na Abdução e era neutro quanto à existência de Deus. Mas de uma coisa tinha certeza: se Deus existisse, encontrá-Lo após a morte seria tão apavorante que provavelmente a pessoa morreria uma segunda vez de puro medo.

Mesmo alguém como a Sra. Bonnaventura, que tivera uma vida praticamente irrepreensível, ao ser levada à impressionante presença do Criador do universo infinito e também das borboletas, descobriria 10 mil novos significados amedrontadores na palavra humildade.

A Sra. Bonnaventura dizia que Deus era puro amor, como se essa qualidade do Senhor tornasse o encontro um evento menos opressivo, algo como, mas até melhor, encontrar a Oprah Winfrey.

Vern calculava que se Deus existisse, um Deus de puro amor, então com certeza deveria haver um Purgatório, pois era preciso passar por um local de purificação antes de ousar ir lá em cima para o Abraço Supremo. Até mesmo uma mulher doce como a Sra. Bonnaventura, diretamente abduzida desta vida para a presença de Deus, explodiria de modo tão violento quanto a antimatéria encontrando a matéria, como naquele antigo episódio de Jornada nas Estrelas.”

(Dean Koontz, A noite mais escura do ano, pp. 150 e 151. Ed. Record, 2010, RJ)

Advertisement

4 pensamentos sobre “Um provável encontro explosivo

  1. Pingback: Record lança novo thriller de Dean Koontz | Mar de Histórias

  2. Pingback: Resenha: A noite mais escura do ano | Mar de Histórias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s