Dos muitos atos de compartilhar

“Há quem ensine

guiando os outros como cavalos,

passo a passo:

há talvez quem se sinta satisfeito

sendo assim guiado.

Há quem ensine elogiando

o que vê de bom e divertindo:

há também quem se sinta satisfeito

sendo encorajado.

Há quem eduque, sem esconder

o absurdo que existe no mundo, estando aberto a toda

revelação, mas tentando

ser franco com o outro como consigo mesmo,

sonhando com os outros como agora não são:

cada um só cresce se for sonhado”.

(Poema de Danilo Dolci citado por Roberto Saviano no livro A beleza e o inferno, pág. 50, Ed. Bertrand do Brasil, 2010, Rio de Janeiro – RJ)

5 pensamentos sobre “Dos muitos atos de compartilhar

  1. Pingback: Resenha: A beleza e o inferno | Mar de Histórias

  2. de fato, as suas escolhas são, no mímino, muito parecidas com as minhas, por isso o prazer de acompanhá-las, um pouco de vaidade (ou muito) outro tanto de reconhecer uma alma próxima. obrigado (ah! o ismail kadare e o palácio dos sonhos são ambos fantásticos.)

  3. Andreia,
    suas escolhas são muito boas!
    Vou comprar o livro do Roberto Saviano. Em troca, pela dica, te deixo uma: acabei de ler “O viajante do século”, de Andres Neuman, um garoto argentino. Pelo que venho conhecendo de você, acho que vai gostar. Eu gostei muito! AH! E mais outra: estou quase no final de “O palácio dos sonhos”, do albanês Ismail Kadaré. Tem a ver com o que nós gostamos, pode crer.
    Um grande abraço,
    Luzia de Maria

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s