“O ar que respiro, este licor que bebo…”

A imagem é do blog Absinthium. Quando olho para mim não me percebo. Tenho tanto a mania de sentir Que me extravio às vezes ao sair Das próprias sensações que eu recebo. O ar que respiro, este licor que bebo, Pertencem ao meu modo de existir, E eu nunca sei como hei de concluir As … Continuar a ler “O ar que respiro, este licor que bebo…”