Solta no universo, mais leve que o ar…

“O triste de tudo isto é que, à medida que crescemos, nos acostumamos não apenas com a lei da gravidade. Acostumamo-nos ao mesmo tempo, com o mundo em si”.

(…)

“Os adultos achavam o mundo uma coisa evidente. Dormiam para sempre o sono encantado do cotidiano.”

(Jostein Gaarder, O Mundo de Sofia, Companhia das Letras, 1995, SP)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s