Mais um pequeno prazer

Vasculhava nervosa a grande bolsa verde limão que carregava a tiracolo. De pé, equilibrando-se no encosto de um dos assentos lotados, parecia querer contrariar o princípio físico da inércia. Enquanto o ônibus avançava noite adentro, seus dedos percorriam cada recanto da volumosa bolsa. Era um desafio à lei da gravidade manter a busca e ao … Continuar a ler Mais um pequeno prazer