Cinema, Geral

Sobre mães e filhas, cinema e relacionamentos

mae-e-filha_blogNem toda mulher tem o desejo de ser mãe, mas com certeza todas tivemos uma mãe, seja biológica ou de criação. A relação das meninas com suas mães também é tema de muitas conversas no divã do analista e rendem histórias às vezes engraçadas, outras vezes dramáticas, que dividimos entre amigas. Para as psicólogas Caroline Eliacheff e Nathalie Heinich, autoras do livro Mães e Filhas: uma relação a três, nós mulheres, ao contrário do que pensam os homens, não passamos a maior parte do tempo falando deles quando estamos reunidas, mas falamos das nossas mães. E é verdade, a mãe da gente vive literalmente na boca do mundo, pois quem de nós nunca revelou para uma amiga íntima aquele mico que mamãe nos fez passar na adolescência? Ou ainda, quem de nós nunca dividiu uma história do passado da mãe com a qual nos identificamos e sentimos orgulho? Quem nunca disse: “minha mãe tem cada uma!” ou ainda “minha mãe é uma comédia!” Se os pais, como diz a psicanálise, figuram como o primeiro ideal romântico de uma menina, são as mães, certamente, que nos transmitem lições para a vida toda, nem que seja para a gente não repetir os erros delas. E a relação, lógico, como todas na vida, nem sempre é cor-de-rosa. Há aqueles dias em que a gente gostaria de ter a mãe da nossa melhor amiga, porque acreditamos que ela sim, nos compreende como ninguém. Será mesmo? Há também os momentos em que a preocupação da mãe é tão grande, que sufoca. Vivemos conflitos, choramos com elas e por elas. Fazemos elas chorarem um bocado também. Rimos juntas, rimos da cara dela, elas riem das nossas cabeçadas e sempre apontam o dedinho dizendo “eu não falei que não ia dar certo?”. É difícil competir com a beleza da mãe quando somos meninas que ainda parecem uma tábua de passar roupas e elas são mulheres adultas, perfumadas, maquiadas e independentes. É difícil ver a nossa mãe envelhecer. É muito gostoso dar um abraço apertado nela de vez em quando, sem um motivo especial. É dolorido quando ela não aprova o nosso novo amor e é incômodo quando ela e o amado se tornam amigos íntimos, fica parecendo complô. E elas sempre dizem que a gente não sabe o que quer: se é para tratar o genro a pão de ló ou se é para botar para correr! As mães tem uma capacidade incrível de despertar em nós, suas filhas, uma mistura de sentimentos tão grande que passamos anos analisando e tentando entender essa complexa relação. Existem mães e filhas que desenvolvem um grau de cumplicidade extremo, que parecem a mesma pessoa, são capazes de ler a mente uma da outra. Existem aquelas que só se dão bem quando moram em endereços diferentes e só se visitam no Natal. Dizem que, todas nós, quando envelhecemos, ficamos meio parecidas com as nossas mães. É natural, passamos uma parte considerável da vida ao lado delas. E como mães e filhas rendem histórias deliciosas, comoventes, dramáticas e hilárias desde que o mundo é mundo, eis uma listinha de filmes para você assistir com a sua mãe ou para lembrar dela quando estiver assistindo. Deixo também a dica de um livro que explica um pouco do intrincado relacionamento das meninas e suas mães.

BONS FILMES SOBRE MÃES E FILHAS:

lacos-de-ternura_-blogLaços de Ternura, 1983, James L. Brooks: Conta a história de três décadas do relacionamento entre mãe e filha, envolvendo as brigas, reconciliações e respectivos amores. Com Shirley MacLaine e Debra Winger no papel, respectivamente, da mãe e da filha, o filme traz ainda Jack Nicholson, Jeff Bridges e Danny DeVito no elenco principal.

sobrevivendo-a-minha-mae_blogSobrevivendo à minha mãe, 2007, Émile Gaudreault: O filme canadense traz diálogos que fazem pensar. No leito de morte, a mãe de Clara diz que gostaria de saber um pouco mais sobre ela. A partir dessa revelação, de que a mãe não conhece a própria filha, as duas percorrem um caminho ora doloroso, ora muito divertido, em busca do autoconhecimento.

minha-mae-quer-que-eu-case_blogMinha mãe quer que eu case, 2007, Michael Lehmann: Comédia divertidíssima que traz Diane Keaton e Mandy Moore, respectivamente nos papéis de uma mãe muito descolada e de uma filha que tem grande dificuldade em resolver sua conturbada vida amorosa. A mãe, claro, resolve dar uma forcinha, gerando as mais incríveis situações.

ao-entardecerAo Entardecer, 2008, Lajos Koltai: A delicadeza desse filme é para se guardar na memória e no coração. É uma história sobre mulheres, feito para mulheres e através do olhar feminino. Meninos espertos, que querem entender mais dessa complexa alma feminina, devem assistir. O filme reúne diversas gerações e mostra a juventude de duas grandes amigas, suas venturas e desventuras amorosas e o reencontro na maturidade, ao lado das filhas adultas. O elenco é um presente dos deuses: Meryl Streep, Glenn Close, Toni Collette, Vanessa Redgrave, Claire Danes e Natasha Richardson.

mamma-mia_blogMamma Mia!, 2008, Phyllida Lloyd: Meryl Streep, indicada ao papel de Melhor Atriz na categoria comédia por este musical no último Globo de Ouro, rouba a cena e exibe uma exuberância e um fôlego de dar inveja neste filme que conta a história do relacionamento de uma mãe com sua filha, que ela criou sozinha. Até que a moça decide casar e quer saber quem é o seu pai, cuja identidade a mãe manteve em segredo. É um filme sobre deixar o ninho e como mães e filhas lidam com esse momento de separação. Recomendo para quem gosta de musicais e comédias leves.

PARA LER E SABER MAIS:

mae-e-filhas-livrosMães e filhas: uma relação a três
Autoras: Caroline Eliacheff e Nathalie Heinich
Média de preço: R$ 52,00
Sinopse: A transmissão de papéis e a construção da identidade passadas de mãe para filha. As autoras buscam casos tomados da literatura e do cinema e reconstituem as relações sociais a partir da identidade feminina e do relacionamento das filhas com suas mães.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s