Não nos matem, pelo amor de deus!

O título deste post não é um apelo, mas um protesto. A paráfrase relembra a célebre frase do escritor Lima Barreto. Em um artigo escrito para o jornal Correio da Noite, no Rio de Janeiro, em 1915, o autor de Clara dos Anjos bradava: "Não as matem, pelo amor de Deus!" aos maridos e amantes … Continuar a ler Não nos matem, pelo amor de deus!