Tirando o atraso cinematográfico – safra 2007

Na minha lista de obras que deveria ter visto quando foram lançadas, mas, por um motivo ou outro, só vi agora, constam mais três filmes: Piaf – Um hino ao amor, Antes de Partir e Sweeney Todd – O barbeiro demoníaco da Rua Fleet. Assisti aos três no último final de semana, aqui vão minhas impressões, sempre pode exister gente mais enredante que eu nesse mundo…

piaf-2Piaf foi o primeiro da lista e sem dúvida é o melhor das três escolhas que fiz para tirar meu atraso cinematográfico no fim de semana em questão. Trata-se da cinebiografia da cantora francesa Edith Piaf. Não sou uma fã incondicional de Piaf, mas gosto muito. Minha irmã, que é fã, tem os discos e eu sempre pego carona quando ela os ouve. Sobre o filme, tudo já foi dito na época do seu lançamento, em 2007. A técnica de realização, as escolhas do diretor, os ângulos e planos virados do avesso e do direito, críticas e loas tecidas à interpretação de Marion Cotillard. A atriz está perfeita. Pelo menos para mim, que nem era nascida quando Piaf morreu e que só a conhecia de ouvir discos remasterizados e lançados em CD, do uso massivo de La vie an rose em todo tipo de propaganda, de desodorante a automóvel; e de vídeos e fotos antigas pescadas aqui e ali na imensidão oceânica da internet. Fiquei apaixonada pela cantora, impressionada com o talento da atriz, deliciada com a vida de Piaf, uma espécie de patinho feio da música. O filme tem uma fotografia muito bonita, tocante.  E a fotografia é uma das primeiras coisas que me chamam atenção num filme. Porque ela cria a atmosfera que vai me conduzir para dentro da história. Diretores de fotografia, amo vocês! Piaf é intenso, mas muito delicado. Para mim, que não conhecia a vida dessa mulher que é um mito da música mundial, a experiência é intraduzível. Senti falta apenas de bebericar uma boa taça de vinho enquanto assistia. Mas posso repetir a experiência, sem dúvidas.

Para quem ainda não viu, ou para quem quer rever:

piafPiaf – Um hino ao amor

Direção de Olivier Dahan, 2007, França-República Tcheca-Inglaterra

Elenco: Marion Cotillard, Gerard Depardieu, Silvie Testud, Jean-Pierre Martins, Emmanuelle Seigner, entre outros

Para ver o trailer e navegar no site oficial, clique aqui

antes-de-partir-2Antes de partir foi uma escolha meramente passional, com base no fato de eu adorar Jack Nicholson e Morgan Freeman. Cresci assistindo filmes com esses dois, de obras geniais ou que compõem a memória afetiva da minha adolescência, como O Iluminado e Um Estranho no Ninho ou Conduzindo Miss Daisy e Um sonho de liberdade; a outras, nem tão geniais e que por isso, releguei ao esquecimento. Um filme que une dois dos meus atores preferidos, certamente merece minha atenção! Foi o que pensei na hora da escolha. E Antes de partir é muito fofo. Um palco para Freeman e Nicholson celebrarem a amizade, brincarem de trabalhar juntos. É sessão da tarde, mas daquelas da época em que sessão da tarde era uma delícia de se ver e todos faziamos o dever da escola nas carreiras, para estarmos a postos em frente à tv na hora que tocava aquela vinhetinha e o locutor anunciava, “Sessão da Tarde”. Para os maus-humorados de plantão o filme vai parecer um daqueles livros de aut0-ajuda, porque conta a história de dois homens idosos, um pobre e um rico, que decidem viajar para conhecer o mundo e realizar tudo o que gostariam de ter realizado na vida antes de morrer de câncer. Não falta aquela liçãozinha de moral no final, com o personagem rico se arrependendo da vida egoista que levava e redescobrindo o sentido da vida. Mas eu não sou mau-humorada e de vez em quando, a vida requer uma certa dose de obviedades, porque o seu sentido anda perdido por aí. Eu, que não leio auto-ajuda e me gabo de escolher produtos culturais de qualidade, me comovo com certos filminhos despretenciosos, até meio bobinhos, porque no fundo, no fundo, todos sonhamos em ser felizes e viver contos de fadas mesmo que à beira da morte. Uma alminha romântica. Fazer o quê, o mundo precisa disso também…

Para outras alminhas que vez por outra enfiam pé na pieguice:

antes-de-partirAntes de partir

Direção: Rob Reiner, 2007, EUA

Elenco: Jack Nicholson, Morgan Freeman, San Hayes, Beverly Todd e outros

Para ver o trailer e navegar no site oficial, clique aqui

sweeney-todd-2Sweeney Todd – O barbeiro demoníaco da rua Fleet tinha tudo para ser outro grande filme de Tim Burton, mas não é, apesar de ter ganho dois Globos de Ouro. E nem é por conta da opção em fazer um musical, eu gosto de musicais. Cantando na Chuva é um dos meus clássicos preferidos, cada vez que assisto descubro o quanto esse filme é perfeito. Acompanhei com avidez o renascimento dos musicais na era contemporânea e fui ao cinema assistir Chicago e Moulin Rouge, me diverti muito com os dois. Mamma Mia!, da safra 2008, me fez sair do cinema cantando e dançando sucessos antigos do Abba, que ouvia no rádio naqueles revivals que as FMs tanto gostam de promover. Mas Sweeney Todd me deixou frustrada. Tudo bem que vários amigos me disseram que a cantoria matava o filme, que Tim Burton jogou fora a chande de fazer um filme fabuloso, porque a história é fantástica, isso é inegável. Mas sabe como é, síndrome de São Thomé, precisei ver para crer. Gosto muito dos filmes de Burton, suas duas incursões em animações são fabulosas (A Noiva Cadáver e O estranho mundo de Jack), adorei seu livro de poemas O triste fim do menino ostra e outras histórias, que é delicioso. Já até publiquei um dos poemas desse livro aqui no blog.  Ed Wood, Edward Mãos de Tesoura, Peixe Grande… poxa, o cara tem tantos pontos positivos que eu me joguei, apesar das advertências, de cabeça e tudo, sem cilindro de oxigênio, na empreitada de ver Sweeney Todd. Decepção.

Para quem quer se arriscar e ver para crer:

sweeney-toddSweeney Todd – O barbeiro demoniaco da rua Fleet

Direção: Tim Burton, 2007, EUA-Inglaterra

Elenco: Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Alan Rickman, Timothy Spall, Laura Michelle Kelly e outros.

Para ver o trailer e navegar no site oficial clique aqui

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s