Páscoa, afinal que festa é essa?

Você já se perguntou qual é a origem da Páscoa? Por que trocamos ovos de chocolate todo ano? De onde vem essa festa? Pois se andou se fazendo essas perguntas e quer entender um pouco mais sobre o feriado cristão, veio ao lugar certo. Depois de muita pesquisa regada a chocolates de todos os tamanhos e formatos, mergulhei fundo na história e descobri coisas incríveis sobre a Páscoa, confira:

Festa para a deusa Easter

Deusa Eostre, também chamada Easter (Páscoa em inglês) e Ostera, em alemão

Deusa Eostre, também chamada Easter (Páscoa em inglês) e Ostera, em alemão

Essa, quem me ensinou foi o escritor britânico Neil Gaiman, no seu best seller, Deuses Americanos. A origem da Páscoa, lógico, está numa menina. Melhor dizendo, numa deusa. Boa parte das tradições cristãs foram adaptadas de antigas crenças pagãs. Na origem do cristianismo isso era importante porque como o interesse era popularizar e impor a nova religião como dominante, fazia-se necessário falar uma língua que o povo entendesse. Nada melhor para fazer uma religião ganhar popularidade do que sustentá-la sobre mitos antigos. Os mitos sempre foram usados na educação, numa época em que a escrita não existia ou era privilégio dos bem nascidos. Nada como um bom mito para fazer uma história grudar na nossa cabeça feito chiclete.

Os povos pagãos tinham diversas festas para celebrar as estações do ano, o tempo do plantio, da colheita e etc. Na região do Mediterrâneo, os gregos festejavam a chegada da primavera, durante o mês de março, na primeira lua cheia da época das flores. Uma outra festa ocorrida também no final de março (equinócio do inverno no hemisfério norte) celebrava a deusa Eostre (Easter em inglês), da primavera. A festa para Eostre durava vários dias, período em que havia banquetes e troca de ovos. Os druidas acreditavam que os ovos simbolizam a origem da vida. Diversos outros povos, ao longo da história da humanidade, também atribuem ao ovo essa característica de origem. Uma das lendas chinesas para a criação do universo fala do gigante Pan Ku e da eclosão do ovo cósmico.

Tradição Judaico-cristã

Se por um lado, a origem da Páscoa cristã está nos festivais da primavera pagãos, por outro, o nome páscoa vem do hebraico Pessach. Esse era o nome da festa judaica que comemorava a libertação do povo hebreu do cativeiro no Egito. Com o advento do cristianismo, a festa ganhou uma nova versão, para celebrar a ressurreição de Cristo após o martírio na cruz. Mas Pessach judaica continua sendo comemorada até hoje, em data diferente da Páscoa cristã.

Iluminura representando o Concílio de Niceia

Iluminura representando o Concílio de Niceia

Na antiguidade, judeus e cristãos faziam suas festas no mesmo dia, embora entre os cristãos, as igrejas ortodoxa e romana ainda não tivessem entrado em acordo sobre a data correta da festa. Durante o Concílio de Niceia, em 325 d.C, um importante encontro religioso que determinou boa parte das tradições e bases do que conhecemos hoje como catolicismo, uma das discussões era estabelecer a data pascal. Se de um lado havia quem defendesse a unificação com a data judaica, por outro, o imperador Constantino, que tornou o cristianismo a religião oficial de Roma, recusava-se a aceitar que a festa cristã coincidisse com a judaica, alegando que os judeus rejeitavam Cristo. Além disso, as diferenças entre ortodoxos e romanos impediram que as duas correntes cristãs elegessem uma data única. Resultado: enquanto os católicos ortodoxos celebram a Páscoa com base no calendário Juliano, os católicos romanos seguem o calendário gregoriano, o que nós brasileiros também adotamos. Pelo complexo calendário juliano, baseado na astronomia, a Páscoa Ortodoxa será comemorada no dia 27 de abril, enquanto a nossa é nesse domingo, dia 12.

VOCÊ SABIA QUE:

Tradição dos ovos pintados remonta a China e a época das Cruzadas

Tradição dos ovos pintados remonta a China e a época das Cruzadas

>>Vários costumes associados à Páscoa não existiam até o século XV?

>>Os chineses coloriam ovos de pata para simbolizar o nascimento das crianças?

>>Na época das Cruzadas os ovos eram tingidos de vermelho para simbolizar o martírio de Cristo?

>>Os ovos de chocolate só começaram a se popularizar no século XVII?

>>O coelho foi escolhido como símbolo da Páscoa porque para os povos anglo-saxões esse animal simbolizava a fecundidade? Isso ocorria porque durante o inverno a caça era escassa e com a chegada da primavera, período em que a maioria das espécies animais reproduz, sobrava coelho nos campos para serem abatidos e alimentarem as tribos saxãs.

>>Que a Páscoa na sua origem era determinada pela última lua cheia após o equinócio do inverno?

>>As crianças suiças acreditam que os ovos de Páscoa são trazidas pelo cuco e as tchecas esperavam a cotovia?

>>Imigrantes alemães trouxeram a cultura do coelho e dos ovos de Páscoa para o Brasil no início do século XX?

Fontes de pesquisa:

>>O livro de ouro da religiões; John Bowker (org.); Ediouro – Rio de Janeiro, RJ

>>Deuses Americanos; Neil Gaiman; Conrad Editora – Rio de Janeiro, RJ (obra de ficção baseada nas mitologias britânica e vicking)

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s