Filosofia

Do ato de migrar

migracao_blogNo dicionário Aurélio, migração é definida como: 1. “passagem de um país para o outro (falando-se de um povo ou grande multidão)”. 2. “viagens, períodicas ou irregulares, feitas por certos tipos de animais”.

Engraçado como o dicionário, embora tenha explicação para tudo, não explica o que leva as pessoas à necessidade de mudança. Mudamos o cabelo, ora curto, ora comprido; mudamos de casa, porque precisamos de uma maior ou menor, depende da circunstância.

Algumas pessoas têm medo de mudar e passam a vida toda no mesmo lugar, fazendo a mesma coisa. Outras, mudam tanto que se tornam inconstantes, impalpáveis, você nunca sabe exatamente o que esperar delas.

Há ainda as que mudam em busca de melhores oportunidades, de qualidade de vida, de praticidade, de conforto, de comida, de fugir das guerras. E, por fim, há os que mudam porque como diria Paulo Freire, somos experimentais na essência; ou ainda, citando Fernando Pessoa, “estamos abertos a eterna novidade do mundo”.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Mais aí para baixo, quem estiver no clima vai descendo a barra de rolagens, vocês encontram alguns poemas que migraram.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s