Migrações pela rede

pescaria

Comecei o Mar de Histórias resgatando contos, poemas e crônicas antigos, originalmente publicados no Bala no Alvo e no Estação de Sonho, os blogs que deram origem a este oceano de palavras. Toda vez que o texto for uma reminiscência, retirado do fundo do baú da blogosfera, irei postar como sendo Da série Migrações. É uma forma de diferenciar o ontem do hoje. O primeiro é o conto Onde foram parar as lavadeiras? (ou no post abaixo), que escrevi há um ano. Espero que gostem!

Crédito da Ilustração: Pixabay/Banco de Imagens

2 pensamentos sobre “Migrações pela rede

  1. Olá querido, se o google comprar o wordpress vai fazer uma boa aquisição, embora eu não goste muito de monopólios. E quanto ao lado, eu ainda tenho muitos amigos queridos que escrevem no blogger, então permanentemente estarei atravessando a fronteira para visitar vocês. Grande beijo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s