Violência no namoro, vale a pena continuar?

O Superior Tribunal de Justiça tomou uma decisão que me colocou para pensar em certos tipos de relacionamento. De agora em diante, a Lei Maria da Penha, criada para punir os agressores e proteger as mulheres vitimas de violência doméstica, valerá também para os namoros. Segundo nota publicada nesta terça-feira, 31, no portal A TARDE … Continuar a ler Violência no namoro, vale a pena continuar?

As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – V

V – O pedido de Rajá O príncipe Rajá acordou os pais com uma cesta de frutas e pães doces, suco, chá forte para o rei e café fraco para a rainha. Enquanto assistia aos dois tomarem a primeira refeição do dia, um nó apertava o estômago do menino. Ele nem conseguiu tomar o próprio … Continuar a ler As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – V

As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – IV

IV – O sinistro mago Islamal A inveja corroia o coração de Islamal. Ele invejava o rei Paxá, porque era casado com a bela rainha Isdora; invejava a rainha Isdora, porque era mãe do esperto príncipe Rajá; invejava o príncipe Rajá, porque ele era jovem; invejava os moradores da Cidade de Ouro e Prata, porque … Continuar a ler As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – IV

As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – III

III - Uma gaiola dourada e um passarinho triste Havia um menino que tinha tudo para ser o menino mais feliz do mundo. Mas havia também uma tristeza de doer o peito. Era como se a gente comprasse a gaiola mais bonita e colocasse o pássaro mais bonito dentro e esperasse o pássaro cantar. Mas … Continuar a ler As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – III

As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – II

II - A vida doce dentro das muralhas O rei Paxá e a rainha Isdora governavam a Cidade de Ouro e Prata. Eram bons soberanos, davam ao seu povo conforto, distribuíam justiça com benevolência e levavam uma vida muito tranqüila, passeando pelos jardins. A rainha Isdora não era muito alta e nem era gordinha. Também … Continuar a ler As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá – II

As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá

Em abril de 2008 nasceu o príncipe Rajá. Menino de 11 anos incompletos, criado na mítica Cidade de Ouro e Prata, que um dia decidiu fugir da sua redoma e viver grandes aventuras. Precisava de uma história comprida, quase sem fim, como faria Michel Ende, para colocar meu filho para dormir. Lendo Tolkien, lendo As Mil e Uma … Continuar a ler As mil e uma aventuras do Príncipe Rajá

Aniversário de Salvador: Thomé de Souza

A fundação exata de Salvador, com direito a inauguração oficial e discurso é uma incógnita da história. Ninguém sabe exatamente quando a cidade, construída para ser a sede do Governo Geral português no Brasil, ficou pronta. Acredita-se que foi no final de abril. Por convenção, os membros do Instituto Geográfico e Histórico definiram como aniversário … Continuar a ler Aniversário de Salvador: Thomé de Souza

Fascínio pelo universo de Neil Gaiman

Da série, Migrações Descobri a obra de Neil Gaiman graças a minha irmã, que é fã incondicional e tem todos os livros, a coleção dos quadrinhos da saga "Sandman" e o primoroso filme "Máscara da Ilusão" no seu acervo.  Li a estante inteira e aguardo ansiosa por mais....Migrei alguns comentários que fiz sobre as obras … Continuar a ler Fascínio pelo universo de Neil Gaiman

Aniversário de Salvador: 460 anos

Neste domingo, 29 de março, Salvador completará 460 anos de fundação. A cidade, atual terceira maior capital do país, foi planejada com a perfeição de engenharia naval a qual os portugueses estavam habituados desde o século XV, quando dominaram os mares, senhores absolutos do tráfico de escravos e do comércio de especiarias entre oriente e … Continuar a ler Aniversário de Salvador: 460 anos

Um pouco de literatura: Os Versos Satânicos

Salman Rushdie, autor de Haroun e o Mar de Histórias, livro do qual retirei o nome deste blog, ainda é jurado de morte dos xiitas. O motivo é o livro Os Versos Satânicos, lançado há mais de dez anos, mas que só tive acesso na maturidade. A leitura me impressionou, precisei de tempo para digerir. … Continuar a ler Um pouco de literatura: Os Versos Satânicos